Categoria: Emagrecimento

Se fizermos uma pequena pesquisa entre os nutricionistas se perguntando quais são as principais pegas que costuma colocar as pessoas para justificar alguns maus hábitos alimentares e a impossibilidade de mudá-los, eu acho que essas três levaria a palma.


Então o que melhor do que dedicar algumas linhas a argumentar em sentido contrário, para ver se sai alguém convencido!


“Comer de forma saudável é muito caro”


O que entendemos por “comer saudável”? Há quem ache que é comprá-lo todo eco, consumir muitos alimentos raros ou que vêm de países remotos, e que só se conseguem online ou em lojas exclusivas, e acompanhar tudo com shakes ou suplementos de custo elevado. Mas isso não é comer de forma saudável, com essas premissas, tanto podemos comer de forma saudável ou não fazê-lo, pois que uma dieta seja saudável, não depende de nenhum desses fatores.


Se podemos nos permitir de consumir produtos eco, ótimo. Mas é muito mais importante cumprir outros requisitos.


As bases de uma alimentação saudável são:



  • Grande quantidade de frutas e legumes

  • Gorduras de qualidade

  • Fontes de proteína saudáveis

É muito mais relevante ter um consumo de fruta e legumes por certo, que este seja um eco, ou não seja. Acreditar que é melhor não consumir vegetais se não são eco, é um erro tipográfico. Nada supera em benefícios ao consumo de frutas e legumes.


Como comer de forma saudável sem pagar mais


Atende a estas chaves e o seu cesta da compra não será mais cara.



  1. Compra local e sazonal: frutas e legumes local e sazonal é mais barata, nós podemos comprar quantidades maiores na temporada e congelar. O que é caro é fingir comer morangos em outubro ou mamão em Soria. E, além disso, não é necessário nem sustentável.

  2. Mais legumes, menos carne: as leguminosas são uma excelente fonte de proteína, de alta performance, fácil armazenamento, versáteis e muito mais baratos do que a carne e o peixe. Você pode baixar o consumo destes para subir o de leguminosas, e se consumir peixe, escolher o de época e de proximidade, que as sardinhas nunca foram caras. Você vai me dizer que os legumes se sintam mal, mais abaixo veremos algumas soluções.

  3. Investe no CARNAVAL.: o azeite de oliva extra-virgem, em nosso país, tem um preço razoável e podemos usá-lo como gordura de referência. Não precisa de óleo de coco, embora esteja na moda.

  4. Você não precisa de cereais exóticos: o arroz integral, a aveia ou massa integral não são produtos caros. A quinoa ou kamut, sim, mas não são necessários. E não se esqueça de as batatas e as batatas-doces, econômicos e saudáveis.

  5. Prescinde de produtos insalubres: sim, além disso, deixar de comprar todos esses produtos supérfluos e pouco saudáveis, como refrigerantes, álcool, laticínios açúcar, lanches, doces, bolos, cozidos, molhos, etc, você ficará orçamento para frutos secos e sementes. E com isso já tem uma alimentação saudável.

“Não sei cozinhar”


A desculpa é, por excelência, para justificar a alimentar-se de pedidos a domicílio, pré-cozinhados e comida rápida.


O certo é que não é necessário ser um grande cozinheiro para comer saudável. Todo mundo sabe cortar legumes. É tudo o que é necessário por exemplo para a elaboração de uma salada, ou uma bandeja de legumes ao forno. E você realmente não sabe cortar um brócolis e enfiar 4 minutos no microondas? Não acredito em você.


Quem não sabe colocar uma frigideira ao fogo e fazer a prensa umas fatias de tofu, um ovo ou um filé de peixe?


Alguém pode garantir que “não sabe” fazer um salteado com legumes cozidos de pote?


O certo é que após esta desculpa se costuma esconder a preguiça ou a falta de ideias.



  • A dia de hoje a preguiça não deveria ser uma opção, dada a quantidade de vegetais limpos e cortados (frescas e congeladas) que nos oferecem os supermercados. Embora seja verdade que costumam levar embalagens desnecessárias, para muitas pessoas criaram um antes e um depois em sua dieta. Há espinafre, couve couve, todo o tipo de misturas de folhas de salada, cenoura ralada, tomate cherry, que não há que cortar, sacos de mistura de vegetais para a sopa ou para salteados, cogumelos listas para a frigideira cortadas e com salsa… e nos congelados temos alcachofras, feijão verde, ervilhas, feijão, mistura de vegetais para menestra…

  • Além disso, nunca tínhamos tido tão fácil tirar ideias para cozinhar como agora: há montes de receitas em vídeo que ensinam o passo-a-passo, blogs de receitas de todas as formas imagináveis, nutricionistas dando ideias para o dia a dia… e tudo ao nosso alcance de forma gratuita. A falta de imaginação também não serve como desculpa.

“Não como legumes, porque me sentir mal.”


Esta a ouvimos diariamente nas consultas de nutrição. Quando você sugere que seria uma boa ideia aumentar (ou digitar) o consumo de legumes e reduzir o de processados de carne é muito habitual que nos digam que os legumes dão gases, que não digerem bem ou que se identifica, a qualquer desconforto intestinal.


Em primeiro lugar, há que deixar de ver as leguminosas como algo difícil de digerir. Pensamos em muitas populações que consomem diariamente várias vezes, até mesmo crianças pequenas, como acontece em muitas áreas da américa Latina. E acho também que, muitas vezes, essa mesma pessoa, que considera as leguminosas pesadas no jantar, você pode tomar pizza quatro queijos ou croquetes sopas sem se deixar abater. É raro que um prato de humus com crudités lhe pareça mais indigesto que essas bombas.


Deixando de lado pessoas com patologias digestivas ou problemas específicos de saúde, é habitual que se nunca consumimos legumes, não nos sentir bem de entrada, porque o nosso sistema digestivo e nossa microbiota (as bactérias que vivem no nosso intestino) não estão adaptados a elas.


Uma pessoa saudável, deixará de sentir desconforto em um par de semanas se começa a consumí-las com frequência. É o suficiente para começar a comer porções pequenas. Ou até mesmo começar pelas mais fáceis de digerir como a lentilha pelada, comê-las depois em purê e finalmente inteiras.


Se, além disso, as remojamos bem (pelo menos oito horas), as cocemos com especiarias carminativas (que favorecem a diminuição dos gases) como o figo ou o funcho, e levamos após uma infusão de menta ou anis, ajudá-lo ainda mais para que esses primeiros dias passem sem muitos problemas.


Assim, em vez de dar desculpas, melhora sua microbiota. Se o que você tem, não pode, nem com um prato de lentilhas, é que deixa muito a desejar!


Como diz um famoso ditado:

Emagrecimento

Recebo diariamente inúmeras mensagens de pessoas me perguntando se Phyto Power Caps verdadeiramente funciona. Pensando nessa situação, resolvi redigir esse post relatando minha experiência com esse .

Já prosseguirei adiantando, se você quer emagrecer de verdade, eu recomendo esse prosseguirei narrar o porque.

Se você está em incerteza se deve ou não adquirir esse , recomendo que leia esse post com atenção até o final.

phyto-power-caps-funciona

Minha experiência com Phyto Power Caps

Constantemente fui alguma coisa do meu peso ideal, porém, isso nunca tinha me amolado até eu permanecer inicial. Sim, terminei um relacionamento de 8 anos percebi que eu estava absolutamente fora de modo para achar um novo varão.

Se você é senhora, já deve imaginar o meu desespero né? Passei um dia inteiro procurando formas de emagrecer na web foi aí que eu conheci o PhytoPower Caps. Me convenci com a proposta apresentada na página de vendas do não pensei um par de vezes em adquirir, adquiri logo 3 potes.

Fiz o tratamento advindo a risca o que foi indicado pelo produtor nas primeiras 5 semanas obtive perder incríveis 14 Kg.

Fiquei bastante feliz com os resultados, após tentar muitos métodos por último achei alguma coisa que funcionasse de verdade.

Minhas colegas de trabalho me perguntaram o que eu fiz para emagrecer tanto em tão pouco tempo, achavam até o momento que eu tinha tomado qualquer remédio prudente ou conformado alguma dieta maluca.

Hoje em dia, se uma amiga me perguntasse se eu indicaria o Phyto Power Caps, sem dúvidas que eu diria SIM! se você quer comprar o agora, eu tenho um presente próprio…

Clique no botão adquira o PhytoPowerCaps com um desconto individual. Porém atenção, é um desconto restringido, assim sendo, eu não sei até vai estar desimpedido!

Phyto Power Caps + Desconto Individual!

Como o Phyto Power Caps funciona?

É um constituído 100% organico quereúne todos e cada um dos ingredientes de uma receita detox na medida certa. Cobija vantagens para a melhora da saúde, colaborando na regulação do tripa, promovendo saciedade, controlando fome, desintoxicando o corpo assim potencializando os resultados na procura de um corpo saudável magro.

Apesar disso, tem uma ação emagrecedora, atuando na queima de adiposidade, desintoxicação do corpo, auxiliando na redução do inchaço do seu corpo, aumentando sua predisposição fazendo você emagrecer de modo rápida estrita.

É confirmado pela Anvisa?

Sim! O Phyto Power Caps é autenticado pela Anvisa pelo Ministério da Saúde. Talvez você não saiba, porém é essencial permanecer atenta na hora que for comprar produtos naturais optar constantemente pelos produtos aprovados em os dois os órgãos regulamentadores.

Optando por produtos aprovados você elimina o risco de ter efeitos colaterais que prejudicam sua saúde evidente, continuamente procurar descobrir as indicações de qualquer .

Depoimentos

Além de mim, muitas outras mulheres também tiveram seus corpos transformados graças ao Phyto Power Caps. Veja número reduzido de casos que separei para vocês:

A Ingrid a Aliadne são unicamente pequeno número de casos de sucesso do , além de mim é naturalmente. Agora é resolução é sua: Prefere investir em alguma coisa que verdadeiramente funciona ou vai aventurar o seu grana?

Como Tomar Phyto Power Caps?

Essa é uma incerteza bastante geral entre as usuárias do . Deve ser tomado diariamente, 2 cápsulas por dia, preferencialmente de antemão das refeições. Recomendamos o uso por no mínimo 3 meses para um resultado surpreendente imutável.

Vale ressaltar que não se deve ingerir dosagens mais grandes do que a recomendada pelo produtor!

Efeitos colaterais

Por se lidar de um 100% organico, Phyto Power Caps não tem efeitos colaterais persona deve tomar aproveitar seus melhoras.

Porém, gestantes, pequenos pessoas enfermas ou que fazem uso contínuo de qualquer fármaco devem perguntar um dr. de antemão de iniciar o consumo.

Outra reparo essencial: Esse não contém glúten!

Onde adquirir Phyto Power Caps

Se você chegou até cá, tenho que esse post ajudou em um tanto fico bastante feliz desse modo.

Como forma de recompensa quero conceder um desconto restrito que alcancei para os leitores(as) do meu site.

Porém atenção, eu não sei até esse desconto vai estar desimpedido, finalmente, é para um número restringido de compras. Desta maneira, aproveite ainda há tempo!

Para fazer seu basta clicar no botão , você será redirecionado para o website do Phyto Power Caps com o desconto aplicado. Escolha seu conjunto clique no botão “Compre Agora”, na próxima página basta preencher seus dados separar método de pagamento.

Recomendo que faça sua compra com cartão de crédito, dessa maneira seu será despachado no mesmo dia

Phyto Power Caps + Desconto Restrito!

Eu não sei por quanto tempo esse desconto vai estar acessível, desta maneira, aproveite o quanto de antemão!

incerteza deve um glosa que eu respondo, ok?

Até a próxima!

Emagrecimento